REVISTA TAE - Proteção Animal Mundial e ONU Meio Ambiente promovem debate sobre o problema do plástico nos oceanos
Esta notícia já foi visualizada 891 vezes.



Proteção Animal Mundial e ONU Meio Ambiente promovem debate sobre o problema do plástico nos oceanos

Data:10/12/2018
Fonte: Envolverde

Ana Maria

Organizações reuniram terceiro setor, poder público e ideias inovadoras com o objetivo de encontrar soluções para um dos maiores problemas ambientais da atualidade 

A Proteção Animal Mundial (World Animal Protection) e ONU Meio Ambiente promoveram, na última sexta-feira (7), o encontro “Oceano Plástico: como escapar desse emaranhado?” com o objetivo de debater a pesca fantasma e o lixo plástico nos oceanos. Realizado no Unibes Cultural, na capital paulista, o evento contou com palestras e exposição de soluções inovadoras para melhorar a poluição plástica dos oceanos.

“Nós, da Proteção Animal Mundial, estamos muito felizes em poder fazer parte da solução de um dos maiores desafios ambientais dos dias de hoje. A poluição plástica nos oceanos impacta diretamente boa parte da fauna marinha e traz consequências para a vida humana”, declara Helena Pavese, diretora executiva da Proteção Animal Mundial.

Defensores da campanha Mares Limpos, da ONU Meio Ambiente, lideraram a abertura e o encerramento do evento. Com mais de 30 anos de experiência em navegação, membros da Família Schurmann compartilharam relatos sobre as mudanças dos mares. Já Mateus Solano trouxe contribuições da sociedade civil e do terceiro setor ao falar sobre sua atuação na campanha. Lançada em 2017, a iniciativa promove ações para conter a maré de plásticos que invade os oceanos.

A economia circular também foi pauta na mesa de inovação. Na área de políticas públicas, o Ministério do Meio Ambiente apresentou o Plano Nacional de Combate ao Lixo Marinho, enquanto vereadores das cidades de São Paulo e Florianópolis falaram sobre o trabalho de regulamentação de plásticos de uso único, como os canudinhos.

Durante o evento, a Proteção Animal Mundial lançou ainda prévia do relatório “Maré Fantasma – Situação atual, desafios e soluções para a pesca fantasma no Brasil” com dados sobre petrechos de pesca perdidos e abandonados nos mares brasileiros e seu impacto na fauna marinha do país. A prévia do relatório pode ser acessada na íntegra em: https://www.worldanimalprotection.org.br/pescafantasma

Sobre a Proteção Animal Mundial (World Animal Protection)

A Proteção Animal Mundial (anteriormente conhecida como Sociedade Mundial para a Proteção Animal) mudou o mundo para proteger os animais por mais de 50 anos. A organização trabalha para melhorar o bem-estar dos animais e evitar seu sofrimento. As atividades da organização incluem trabalhar com empresas para garantir altos padrões de bem-estar para os animais sob seus cuidados; trabalhar com governos e outras partes interessadas para impedir que animais silvestres sejam cruelmente negociados, presos ou mortos; e salvar as vidas dos animais e os meios de subsistência das pessoas que dependem deles em situações de desastre. A organização influencia os tomadores de decisão a colocar os animais na agenda global e inspira as pessoas a mudarem a vida dos animais para melhor. Para mais informações acesse: www.worldanimalprotection.org.br.

(#Envolverde)

Comentários desta notícia

Publicidade