REVISTA TAE - Governador inaugura Centro Operacional da Corsan e vistoria obras da ETE em Capão da Canoa

Esta notícia já foi visualizada 952 vezes.

Governador inaugura Centro Operacional da Corsan e vistoria obras da ETE em Capão da Canoa

Data:20/12/2018- Fonte:www.corsan.com.br

Uma série de obras para ampliação e qualificação dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário são executadas pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) no Litoral Norte. Na manhã desta quarta-feira (19), o governador José Ivo Sartori, acompanhado do diretor-presidente da empresa, Jorge Melo, e do secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Rogério Salazar, inaugurou e vistoriou obras importantes para a população da região.

Entre as inaugurações está o novo Centro de Controle Operacional (CCO) do sistema integrado de Xangri-Lá e Capão da Canoa. O investimento é de R$ 1,3 milhão. O CCO vai melhorar o gerenciamento dos sistemas de água e esgoto, por meio de telemetrias, dispositivos e automações, garantindo mais agilidade e qualidade na prestação dos serviços. Serão beneficiados moradores fixos e flutuantes de Xangri-Lá, Capão da Canoa, Rainha do Mar, Remanso, Torres e outras praias do Litoral Norte.

Sartori destacou que são duas vertentes trabalhando em conjunto: de um lado, a qualidade de vida; e, de outro, a evolução tecnológica para levar serviços de qualidade à população. “O Estado tem que servir às pessoas e só é eficiente quando funciona lá na ponta, levando qualidade de vida e bem-estar para as próximas gerações”, salientou o governador.

ETE Guarany

Em Capão da Canoa, a comitiva visitou a obra da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Guarany. O projeto da estação prevê a implantação de quatro módulos, cada um com capacidade para tratar 64 litros por segundo (l/s). A primeira fase do empreendimento está em andamento. Deve ser concluída em março de 2019 e contempla a construção de dois módulos (correspondendo a 128 l/s), com investimento de R$ 29.033.100,00.

Com a presença do governador, foi lançado o edital da segunda etapa, referente à duplicação da ETE (instalação de outros dois módulos), no valor de R$ 25.821.721,52. Com isso, a estação terá capacidade de tratamento de 256 l/s e beneficiará 110 mil pessoas, entre moradores e veranistas.

Sartori afirmou que a meta do Estado do Rio Grande do Sul é universalizar o esgotamento sanitário até 2033. “Saneamento básico é fundamental para a qualidade de vida das pessoas. É um direito. E a Corsan trabalha para que o estado atinja os níveis esperados”, disse.

“Esse investimento é mais um dos realizados aqui em Capão da Canoa para os munícipes e veranistas. Ao fim de quatro anos de gestão, cerca de R$ 70 milhões serão investidos no sistema de água e esgoto”, enfatizou o diretor da Corsan.

O prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, falou que a obra é importante para o município e o Litoral. “Não representa só o investimento, mas significa também geração de emprego e renda para a cidade”, ressaltou.

Sartori continua em agenda pelo Litoral Norte. À tarde, visita obras da Corsan em Tramandaí, Osório e Santo Antônio da Patrulha.

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade