REVISTA TAE - Novo presidente da Saneago visita unidades da Companhia em Goiânia

Esta notícia já foi visualizada 557 vezes.

Novo presidente da Saneago visita unidades da Companhia em Goiânia

Data:15/01/2019- Fonte:Saneago

Ricardo Soavinski conheceu a barragem do Ribeirão João Leite, a ETA Mauro Borges, a ETE Goiânia e a ETA Jaime Câmara

O novo presidente da Saneago, Ricardo Soavinski, realizou uma série de visitas a unidades da Companhia em Goiânia, na sexta-feira (11). Acompanhado do diretor de Produção, Edson Filizzola, Soavinski conheceu o reservatório do Ribeirão João Leite. A barragem, que entrou em operação no ano de 2009 e faz parte do Sistema Produtor Mauro Borges, impressionou o novo gestor. “A qualidade da água que abastece a população depende da conservação deste reservatório. Vamos priorizar as ações de proteção ao manancial, em parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente”, afirmou.

O grupo visitou a Estação Elevatória de Água Bruta, uma referência em obras de saneamento para todo o Brasil no quesito sustentabilidade. O equipamento utiliza a força do próprio manancial para o acionamento das bombas que conduzirão a água bruta para a estação de tratamento, a cerca de 2 km de distância.

Na ETA Mauro Borges, o presidente visitou o laboratório da unidade e conheceu os módulos de tratamento de água. Cada módulo tem capacidade para produzir 2 mil litros de água tratada por segundo. No momento, apenas um está em operação, pois é a demanda atual do sistema, que atende metade da população de Goiânia. Um segundo módulo está pronto para operar, o que vai acontecer quando houver o crescimento dessa demanda. A nova estação pode ampliar a produção para até 8 mil litros por segundo. 

Depois de conhecer o Complexo Mauro Borges, o presidente da Saneago esteve na maior estação de tratamento de esgoto de Goiás, a ETE dr. Hélio Seixo de Britto, onde acompanhou todo o processo de tratamento e visitou as obras de ampliação da estação. “A ETE Goiânia funciona muito bem, possui instalações adequadas para o tratamento primário, quimicamente assistido. Nosso foco agora é concluir as obras de ampliação para que possa melhorar a sua eficiência, a partir do tratamento secundário de esgoto”, destacou Soavisnki. 

As obras de ampliação da ETE foram retomadas em julho de 2018 e, segundo o diretor de Expansão, Ricardo Correia, devem estar concluídas em até 20 meses. O investimento foi de R$ 100 milhões, com recursos do Orçamento Geral da União (OGU). Atualmente, a estação trata um volume de 1.600 litros de esgoto por segundo. 

Ainda nas unidades da ETE, o presidente visitou a sede do Núcleo de Educação Ambiental (NEA) da Saneago, que recebeu, no ano passado, 16 mil estudantes para conhecerem as ações da Companhia voltadas para a preservação do meio ambiente, além dos tratamentos de água e esgoto realizados em Goiás.

O grupo esteve também nas instalações do Laboratório Central de Esgoto, que realiza o monitoramento dos corpos receptores de 90 estações de tratamento de esgoto de todo o estado para atender a legislação vigente, bem como as licenças ambientais. Com profissionais capacitados, o laboratório oferece suporte operacional, treinamento de operadores das ETEs e é reconhecido pela Rede Metrológica de Goiás. A meta para este ano é alcançar a certificação do Inmetro.

ETAG – A visita do presidente da Saneago terminou na Estação de Tratamento de Água Jaime Câmara, no setor Negrão de Lima. A unidade foi construída em 1957 e poderá ser desativada após a conclusão do booster ETAG, que levará água tratada até o Reservatório Senac (no setor Universitário). No local, também funciona o Laboratório Central de Água, que realiza cerca de 325 mil análises por ano (cerca de 1.300 por dia). Com equipamentos modernos para o monitoramento da qualidade da água e técnicos capacitados, o laboratório da Saneago está entre os melhores do país. 

O grupo visitou ainda as oficinas de Eletromecânica, a supervisão de Automação e Eficiência Energética e as supervisões de Micro e Macromedição, Pitometria e Inovação Tecnológica, que funcionam no local. 

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade