REVISTA TAE - Com elevação das águas do rio Acre, Governo do Estado e Prefeitura de Rio Branco traçam medidas para cenário de alagação
Esta notícia já foi visualizada 652 vezes.



Com elevação das águas do rio Acre, Governo do Estado e Prefeitura de Rio Branco traçam medidas para cenário de alagação

Data:16/01/2019
Fonte: www.agencia.ac.gov.br

Resley Saab 

Da última sexta-feira, 11, até esta segunda-feira, 14, o Rio Acre subiu cerca de três metros apenas na capital Rio Branco, registrando nesta manhã a marca de 12,59 metros de profundidade.

Assim, o chefe da Casa Civil do Estado, José Ribamar Trindade, se reuniu com membros da Defesa Civil municipal e Corpo de Bombeiros para começarem a se organizar para um possível cenário de alagação na capital, onde a cota de emergência é de 13,50 metros de profundidade, enquanto a de transbordamento é de 14 metros.

Durante o encontro na Casa Civil, o grupo destacou que esta é a fase de preparação, colocando em prática o Plano de Contingência 2019 de Rio Branco e já se organizando para a construção de 50 a 100 boxes de abrigo para famílias no Parque de Exposição.

“A Defesa Civil da prefeitura nos passou números e algumas medidas que precisam ser tomadas neste momento. E o Estado se propõe a ajudar naquilo que for possível e, dentro das nossas possibilidades, vamos começar a fazer o levantamento das necessidades e ver como podemos ajudar a prefeitura dando todo o apoio logístico para um serviço de prevenção e, caso ocorra uma alagação, estejamos preparados”, conta José Ribamar.

Segundo a Defesa Civil municipal, nos primeiros 13 dias de janeiro já choveu em Rio Branco quase 90% do esperado para todo o mês. Além disso, os meses de maior intensidade do inverno amazônico são fevereiro e março, ápice das chances de alagação.

A última grande alagação em Rio Branco foi registrada em 2015 como a maior da história, com uma enchente que atingiu quase um terço da capital e tendo como resultado mais de 10 mil pessoas desabrigadas.

O comandante do Corpo de Bombeiros, coronal Batista, reforça: “Temos a orientação do governador Gladson Cameli de elaborar de imediato um plano de contingência estadual que possa dar um apoio necessário para as prefeituras do estado do Acre. Tivemos a primeira reunião com Rio Branco e vamos seguir para os municípios do interior”.

Governo cede parque de exposições para Prefeitura de Rio Branco

Atento a possibilidade de enchente do Rio Acre, o Governo do Estado já disponibilizou o parque de exposições para a prefeitura da capital. O local será utilizado para abrigar famílias, em caso de inundação.

Representando o governador Gladson Cameli, que cumpre agenda no interior do Acre, o chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, acompanhado da secretária de Estado de Empreendedorismo e Turismo, Eliane Sinhasique, e do comandante do Corpo de Bombeiros, Cel Carlos Batista, fez a entrega oficial do local, nesta segunda-feira, 14, para a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri.

“Esperamos que nenhuma família fique desabrigada, mas se isso acontecer, a prefeitura de Rio Branco pode contar com todo o apoio necessário por parte do Governo do Estado. Essa foi uma determinação do governador Gladson Cameli”, frisou Trindade.

O chefe da Casa Civil garantiu ainda o fornecimento de água, por meio do Depasa, e o policiamento 24 horas do local, em caso de enchente.

De imediato, o parque de exposições passará por uma grande limpeza. Segundo Socorro Neri, a construção dos abrigos inicia nesta terça-feira, 15. A prefeita agradeceu a atenção e sensibilidade da gestão estadual em ceder o parque de exposições para a execução do plano de contingência seja feita o mais breve possível.

“Não podemos ser pegos de surpresa e hoje tivemos a garantia do Governo do Estado que vamos pode utilizar a estrutura do parque de exposições para montarmos os abrigos para um possível transbordamento do Rio Acre”, destacou Socorro Neri.

Comentários desta notícia

Publicidade