REVISTA TAE - Sanesul inaugura Estação de Tratamento de Esgoto em Maracaju

Esta notícia já foi visualizada 671 vezes.

Sanesul inaugura Estação de Tratamento de Esgoto em Maracaju

Data:17/01/2019- Fonte:Sanesul

De 2015 a 2019, Investimento em saneamento básico no município ultrapassam R$28 milhões

ETE em Maracaju trata 50 litros por segundo

 O Governo do Estado, por meio da Sanesul, inaugurou nesta quarta-feira (16) obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário no município de Maracaju. Entre elas, está a construção de uma nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), com capacidade de tratar 50 litros por segundo. Ao todo foram investidos mais de R$8,6 milhões em recursos provenientes do Governo Federal (Funasa) e próprios.

“Maracaju já tinha uma ETE, mas ela é antiga e não mais atendia à necessidade da população. Nós iremos agora desativá-la, pois a nova Estação de Tratamento de Esgoto da Sanesul é melhor, moderna e mais eficiente”, destacou o governador Reinaldo Azambuja em seu discurso de inauguração das obras.

O governador também ressaltou a importante  parceria entre o Governo Federal, por meio da Funasa, com a Sanesul. “Com essa parceria nós estamos conseguindo avançar com as obras de saneamento básico no Mato Grosso do Sul e isso tudo é um ganho enorme para a sociedade”, disse. 

O diretor-presidente da Sanesul, Luiz Rocha, destacou que além das obras entregues nesta quarta-feira, também estão sendo executadas outras com recursos próprios da Sanesul. “Em execução são R$12 milhões em investimentos que irão ampliar ainda mais o sistema de abastecimento de água e o sistema de esgotamento sanitário do município de Maracaju”, falou o diretor-presidente.

Luiz Rocha disse ainda que na atual gestão, somando investimentos em saneamento básico já concluídos, em execução e a executar, em Maracaju  o valor ultrapassa R$28 milhões.

 

Desse total, R$6,5 milhões são de recursos do Governo Federal e o restante da Sanesul. “Essas obras possibilitam garantir a melhoria dos serviços prestados pela Sanesul”.

 
O diretor de Engenharia e Meio Ambiente da Sanesul, José Carlos Queiroz, explica que com as obras em execução será possível ampliar o sistema de abastecimento de água de forma significativa. 

“Ao compararmos com os índices atuais, a produção de água em Maracaju irá aumentar em 37% e, com os novos reservatórios, a capacidade de reservação será elevada em 89%. Isso tudo garante abastecimento de água tratada para a população, suprindo a demanda atual e a futura”, destacou o diretor.

A inauguração das obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Maracaju foi realizada pelo governador Reinaldo Azambuja, pelo diretor-presidente da Sanesul, Luiz Rocha e pelo superintendente da Funasa em Mato Grosso do Sul, Marco Aurélio Santullo. 

Também estiveram presentes no evento o prefeito de Maracaju, Maurílio Azambuja, secretários estaduais, vereadores, entre outras autoridades locais e os funcionários da Sanesul. 

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade