REVISTA TAE - Agência Peixe Vivo assina contrato para a elaboração do Manual Operativo do Plano da Bacia Hidrográfica do Rio Verde Grande

Esta notícia já foi visualizada 292 vezes.

Agência Peixe Vivo assina contrato para a elaboração do Manual Operativo do Plano da Bacia Hidrográfica do Rio Verde Grande

Data:05/02/2019- Fonte:www.ana.gov.br

A Agência Peixe Vivo, entidade delegatária das funções de agência de água do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Verde Grande, assinou contrato com a empresa HidroBR Consultoria referente ao projeto de elaboração de Manual Operativo do Plano da Bacia Hidrográfica do Rio Verde Grande (MOP Verde Grande). O contrato foi assinado em 28 de janeiro e tem a previsão de conclusão para agosto deste ano. 

O MOP é um plano operacional que estabelece um conjunto de ações prioritárias contidas no Plano de Recursos Hídricos da Bacia, que reúne informações de roteiro e procedimentos, requisitos, estudos de base e arranjos institucionais necessários para a realização das ações do Comitê. 

Por se tratarem de atividades de análise técnica de documentos, que necessitam de uma mobilização dos atores da bacia, a Agência Peixe Vivo também publicou um edital para contratação de consultor “pessoa física” para acompanhamento e fiscalização do MOP Verde Grande. Os interessados no novo edital podem acessá-lo em http://agenciapeixevivo.org.br/editais/, sendo que as inscrições vão até 12 de fevereiro. 

Para dúvidas e mais informações os interessados devem encaminhar e-mail para licitacao@agbpeixevivo.org.br.

Bacia do Verde Grande

A bacia hidrográfica do rio Verde Grande fica na Região Hidrográfica do São Francisco e drena uma área aproximada de 30.420km², sendo que desse total 87% pertencem a Minas Gerais e o restante, 13%, à Bahia. Nela há 35 municípios, sendo 27 mineiros e oito baianos. O principal polo da região é Montes Claros (MG), que concentra 1/3 da população da bacia.  

Dentre as atividades econômicas desenvolvidas na região, destaca-se a agropecuária, responsável pelo emprego de 50% da população economicamente ativa. Grandes projetos de irrigação foram estabelecidos na bacia, destinados inicialmente à produção de cereais e depois redirecionados à produção de frutas, especialmente a banana. Também está presente a produção de matéria-prima para a indústria, como algodão e mamona, realizada através da agricultura familiar.

Édio Malta / Banco de Imagens ANA

+ Saiba Mais

Comentários desta notícia

Publicidade