REVISTA TAE - Resultados apontam avanços na economia da CASAN
Esta notícia já foi visualizada 1193 vezes.



Resultados apontam avanços na economia da CASAN

Data:02/07/2019
Fonte: CASAN

Ao completar 48 anos nesta terça-feira, dia 2, a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento divulga os primeiros resultados da reestruturação implantada na empresa a partir de fevereiro.

Uma das notícias mais expressivas para a solidez da estatal vem da Fitch Rating – agência de avaliação de crédito –, que acaba de elevar o Rating Nacional de Longo Prazo da Companhia de BB (bra) Negativo para BBB (bra). 

“A elevação e a perspectiva de melhora ampliam a credibilidade de crédito da Companhia e possibilitam a captação de financiamentos a custos mais baixos”, explica o diretor Financeiro e de Relações com os Investidores, Ivan Gabriel Coutinho. Na avaliação, a Fitch remove a “observação negativa” da empresa e atribui “perspectiva positiva no rating”.

Em seu parecer, a agência internacional também projeta que o EBITDA (indicador de desempenho financeiro das empresas) da CASAN “crescerá gradualmente, suportado, principalmente, pela conclusão de investimentos na expansão da rede de esgoto, por reajustes tarifários adequados e pela redução em sua estrutura de custos”.

No balanço apresentado nesta terça-feira, a Companhia divulgou os primeiros efeitos da reestruturação organizacional, sendo que a redução de 20% nos custos de Comissionados (CCs) e Funções Gratificadas (FGs) é considerada a principal medida. 

“Além do impacto financeiro na folha, o enxugamento ilustra o viés técnico, com a valorização do quadro de carreira, adotado pela atual gestão”, observa a engenheira Roberta Maas dos Anjos, Diretora-Presidente.

Outras economias estão sendo contabilizadas devido à revisão e renegociação, gerando redução de 24,4% nos custos com alguns contratos de serviços terceirizados, de 7,8% com locações de veículos e de 12,8% em outras rubricas, poupando um total de R$ 7,6 milhões por ano.

O balanço do primeiro trimestre também trouxe a boa notícia do Lucro Líquido de R$ 52,6 milhões, frente ao prejuízo de R$ 29 milhões registrado no mesmo período do ano anterior. Dos R$ 52,6 milhões, porém, cerca de R$ 28 milhões já foram reinvestidos nos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário do Estado. 

“A reestruturação tem o objetivo de atingir o desafio proposto pelo Governo do Estado, que é a melhora da qualidade de vida da população catarinense”, diz Roberta.

 

Comentários desta notícia

Publicidade