REVISTA TAE - 6º Seminário Nacional de Perdas começa nesta terça-feira em Belo Horizonte. Leia entrevista com o palestrante Rodrigo Polizzi, da ARSAE-MG
Esta notícia já foi visualizada 511 vezes.



6º Seminário Nacional de Perdas começa nesta terça-feira em Belo Horizonte. Leia entrevista com o palestrante Rodrigo Polizzi, da ARSAE-MG

Data:11/10/2019
Fonte: ABES

Suely Melo

Por Jéssica Marques

Nesta terça-feira, 15 de outubro, começará em Belo Horizonte, Minas Gerais, o 6º Seminário Nacional Gestão de Perdas de Água e Eficiência Energética. O evento reunirá especialistas de diversas áreas do saneamento do Brasil para compartilhar conhecimento e experiências práticas para o enfrentamento das perdas de água e a busca de eficiência energética nos sistemas de abastecimento.

Um dos palestrantes será Rodrigo Bicalho Polizzi, da Coordenadoria Técnica de Regulação e Fiscalização da ARSAE-MG – Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais. Ao lado de Rita Cavaleiro (proEESA), Polizzi integrará o Painel 5 do evento, que aprofundará o tema “Gestão de Perdas”.

O especialista conversou sobre sua participação com o Portal ABES Notícias. Veja a seguir a entrevista:

ABES Notícias – Em sua visão, qual a importância do 6º Seminário Nacional de Gestão de Perdas de Água & Eficiência Energética?

Rodrigo Polizzi – O seminário é muito importante para ampliar a discussão da gestão das perdas de água e eficiência energética, sendo essencial para manter o tema cada vez mais em evidência,principalmente no cenário atual aonde grande parte do país convive com mudanças climáticas e redução da disponibilidade hídrica.

ABES Notícias – De que forma este debate pode contribuir para reduzir o desperdício de água no Brasil?

Rodrigo Polizzi – O desperdício ocorre por diversos fatores e o seminário busca debater nos diversos painéis todas as situações, disseminando conhecimento e boas práticas e multiplicando os casos de sucesso já aplicados.

ABES Notícias – O tema do seu painel será “Gestão de Perdas”. Sob quais aspectos o assunto será abordado?

Rodrigo Polizzi – O painel de Gestão de Perdas abordará metodologias e incentivos direcionados na busca da eficiência e melhora da qualidade dos serviços. Teremos uma apresentação sobre a “Metodologia para determinar metas progressivas de perdas de água para municípios” e outra com uma visão regulatória abordando os mecanismos tarifários aplicados junto aos prestadores, desde destinação específica de recursos para aplicação em programas de perdas até metodologia para definição de uma meta regulatória de redução de perdas. Mecanismos tarifários aplicados pela regulação junto aos prestadores

ABES Notícias – Você atua no setor de saneamento desde 2000. Em sua visão, quais são os principais problemas do saneamento básico no país e como resolvê-los? De que forma os governos federal, estadual e municipal podem contribuir para a gestão de perdas de água e eficiência energética?

Rodrigo Polizzi – A grande meta a ser alcançada no saneamento básico é a universalização dos serviços. Disponibilizar os serviços de saneamento para todos com qualidade. A questão é complexa e o desafio é muito grande envolvendo um conjunto de fatores, mas o primordial seria tornar o saneamento uma pauta prioritária de todos os governos com políticas públicas e direcionamento de investimentos para o setor.

ABES Notícias – De que forma a ARSAE-MG atua para contribuir com a gestão de perdas de água?

Rodrigo Polizzi – Mantendo em pauta o tema da Gestão das Perdas de Água, dando continuidade nas discussões com envolvimento dos demais prestadores dos serviços de saneamento, além de ampliar e aprimorar os incentivos tarifários já implantados.

Comentários desta notícia

Publicidade