REVISTA TAE - Copasa contribui para revitalização de rio em Pouso Alegre
Esta notícia já foi visualizada 214 vezes.



Copasa contribui para revitalização de rio em Pouso Alegre

Data:15/10/2019
Fonte: Copasa

Ecobarreira é instalada no Rio Sapucaí Mirim, em parceria com a ONG Manducaí

A Copasa, por meio de uma parceria com a ONG Manducaí, está promovendo a transformação do Rio Sapucaí Mirim, em Pouso Alegre, responsável pelo abastecimento de mais de 60 mil pessoas. Com o objetivo de reter e coletar lixo lançado de forma indevida nas águas do rio, foram construídos e instalados 50 metros de ecobarreira no curso d´água, no sábado (5/10).

Quarenta voluntários, entre funcionários da Copasa, da Prefeitura, de empresas parceiras e membros da comunidade, auxiliaram na construção e instalação da ecobarreira, composta por galões de água, redes de proteção, cabos e terra. Matheus dos Santos Carneiro, membro da ONG Manducaí e idealizador do projeto, destaca que o intuito é barrar objetos maiores que são descartados indevidamente na corrente de água, principalmente, materiais plásticos. “Quando passeamos pelo rio é possível ver o grande acúmulo de lixo, por isso pensamos na construção da ecobarreira e, com a ajuda de parceiros, foi possível comprar todos os materiais necessários para a instalação. A parceria com a Copasa veio para fortalecer ainda mais a iniciativa. Além do auxílio com o projeto, recebemos a doação de 100 mudas de espécies nativas da região”, informou Carneiro.

Para o encarregado administrativo do Distrito Regional de Pouso Alegre (DTPO), Aderilson Soares, a ação foi eficiente e vai gerar resultados positivos. “O projeto é um ótimo estímulo de cuidado com o meio ambiente, pois envolve a comunidade e conscientiza sobre a importância da preservação dos mananciais e que essas são atitudes diárias”, acrescenta Soares.

 Compromisso socioambiental

A Copasa desenvolve diversas iniciativas que promovem impacto positivo no meio ambiente. Desde 2017, por meio do projeto Pró-Mananciais, ações como cercamento de nascentes, plantios de mudas, construção de barragens, entre outras, são realizadas visando a recuperação e a preservação de nascentes e mananciais de Pouso Alegre. O programa, que tem a premissa de responsabilidade compartilhada, mobiliza a comunidade para criar um Coletivo Local de Meio Ambiente (Colmeia), grupo formado por representantes de diferentes instituições para promover discussões, elaborar o diagnóstico, o planejamento e fazer o acompanhamento das atividades em prol dos mananciais.

 

Foto: Acervo Copasa

Comentários desta notícia

Publicidade