REVISTA TAE - Captação de água em Porto Murtinho
Esta notícia já foi visualizada 198 vezes.



Captação de água em Porto Murtinho

Data:16/10/2019
Fonte: ACOM/SANESUL

A cidade centenária tem a sua produção de água baseada em captação superficial no rio Paraguai

No coração da região pantaneira, os municípios de Porto Murtinho, Ladário e Corumbá, são favorecidos pela água que vem do Rio Paraguai.

Porto Murtinho, a cidade centenária na fronteira com o Paraguai, tem a sua produção de água baseada em captação superficial, sobre o rio Paraguai, que envia água bruta até a ETA (Estação de Tratamento de Água) que tem uma produção de 100 m³/h.

Neste município, a Sanesul mantém ativos dois reservatórios semi-enterrados, RSE-001 e RSE-002, com capacidades de 700m³ e 800m³ respectivamente; e um reservatório elevado, o REL-001, com capacidade de 200m³, totalizando uma reservação de 1.700.000 litros de água para atender de forma segura e eficiente a população do município que tem em torno de 17 mil habitantes.

A cidade é considerada a última guardiã do Rio Paraguai, sendo também portal-sul do Pantanal, e tem seus sistemas de água e esgoto operados pela Sanesul. Na atual gestão do governo do estado, foram investidos mais de R$ 5 milhões em obras de saneamento. O município também é uma referência no tratamento de esgoto, com 91% de cobertura em esgotamento sanitário.

 

Sanesul - A Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) é responsável pelo fornecimento de 11,03 bilhões de litros de água por mês em 128 localidades onde opera no interior do Estado de Mato Grosso do Sul, para 1.585.462 sul-mato-grossenses.

Dessas, 13 localidades são abastecidas pela captação superficial dos rios do Estado e as 115 demais fazem a absorção subterrânea por 420 poços ativos, onde 90 captam os recursos do Aquífero Guarani.




Comentários desta notícia

Publicidade