REVISTA TAE - Propostas preveem intervenções em sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário em 29 cidades de nove estados brasileiros
Esta notícia já foi visualizada 294 vezes.



Propostas preveem intervenções em sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário em 29 cidades de nove estados brasileiros

Data:08/01/2020
Fonte: www.gov.br

O Ministro do Desenvolvimento Regional Gustavo Canuto durante visita ao EPAR Boa Vista e ao BRT, em Campinas-SP. FOTO: ADALBERTO MARQUES/MDR


O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) aprovou quatro projetos enquadrados como prioritários para fins de emissão de debêntures incentivadas. As propostas foram apresentadas pelas empresas BRL Ambiental e Iguá Saneamento e envolvem investimentos em 29 municípios de nove estados de todas as regiões do País.

As ações preveem obras para a ampliação de sistemas de abastecimento de água em municípios do Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, São Paulo e Tocantins; e de esgotamento sanitário em cidades de Goiás, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Entre as intervenções, destacam-se: implantação de captações superficiais; poços; estações elevatórias; adutoras; reservatórios; estações de tratamento de água, lodo e esgoto; redes coletoras; e estações elevatórias.

A medida é decorrente da publicação da Portaria nº 1.917/2019, que atualizou os requisitos e procedimentos para aprovação e acompanhamento dos projetos prioritários de saneamento básico no País. A norma trata da emissão de instrumentos do mercado financeiro – como debêntures, certificados de recebíveis imobiliários e fundos de investimento em direitos creditórios – para financiar iniciativas consideradas prioritárias pelo Governo Federal.

No mercado, essa modalidade é conhecida como debêntures incentivados de infraestrutura. Isso acontece diante da preponderância de debêntures nesse tipo de atividade, ante outros mecanismos de captação de recursos.

Carteira de projetos

Atualmente, o Ministério do Desenvolvimento Regional possui uma carteira com 22 projetos prioritários de saneamento básico aprovados em 11 estados. Destes, oito estão em andamento e já captaram R$ 1,1 bilhão no mercado por meio de debêntures.

O ano de 2019 foi o mais expressivo para o rol de propostas prioritárias apoiadas pelo MDR. Foram nove proposições aprovadas. Esse valor representa um incremento de 70% em relação às 13 iniciativas chanceladas até 2018.

Comentários desta notícia

Publicidade