REVISTA TAE - Mutirão da limpeza no Porto do Rio de Janeiro
Esta notícia já foi visualizada 285 vezes.



Mutirão da limpeza no Porto do Rio de Janeiro

Data:09/01/2020
Fonte: www.revistafatorbrasil.com.br

Ação conjunta da Companhia Docas do Rio de Janeiro com operadores e arrendatários dos terminais visa a retirada de resíduos sólidos acumulados em mais de 6km de cais.

A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), por meio da Superintendência de Gestão Portuária dos Portos do Rio de Janeiro e Niterói (SUPRIO), reuniu empregados e representantes das empresas operadoras e arrendatárias dos terminais no dia 06 de janeiro (segunda-feira ) para tratar do mutirão de limpeza que será realizado na semana de 13 a 17 de janeiro. A ação tem por objetivo recolher resíduos sólidos de naturezas diversas, tais como entulho, terra e madeirame, que foram se acumulando com o tempo, ao longo de mais de 6km de cais do Porto do Rio de Janeiro. Todo o material coletado será removido para um só local, de onde será retirado posteriormente por uma empresa especializada que dará uma destinação adequada.

Segundo o superintendente de Gestão Portuária do Rio de Janeiro e Niterói, Leandro Lima, essa medida é paliativa e de resultados imediatos, mas uma solução definitiva já está sendo providenciada. “Estamos em fase final de contratação de uma vassoura mecânica para limpeza rotineira e de uma empresa para retirada dos resíduos sólidos”, afirmou Leandro Lima. “Além disso”, acrescentou, “estamos trabalhando para que o Cais da Gamboa receba obras de pavimentação, de drenagem, e uma nova iluminação, o que contribuirá também para a manutenção da limpeza e para a melhoria do aspecto do local. ”

O mutirão está sendo coordenado pela Gerência de Acesso Terrestre do Porto do Rio de Janeiro (Gerate), com mobilização também das demais gerências subordinadas à SUPRIO e da Superintendência de Engenharia (Supeng) da CDRJ. As empresas operadoras e arrendatárias dos terminais do porto que estão participando do mutirão são MultiTerminais, ICTSI, Triunfo Logística, Pennant e Terminal de Trigo do Rio de Janeiro (TTRJ). Para melhor andamento dos trabalhos, cada empresa será responsável pela limpeza, recolhimento e remoção dos resíduos encontrados em determinados trechos do porto, previamente definidos.

Comentários desta notícia

Publicidade