REVISTA TAE - Investimento já é superior a R$ 46 milhões em Curitibanos
Esta notícia já foi visualizada 264 vezes.



Investimento já é superior a R$ 46 milhões em Curitibanos

Data:09/01/2020
Fonte: CASAN

O Governo do Estado e a CASAN trabalham para entregar neste primeiro semestre de 2020 o primeiro Sistema Público de Esgotamento Sanitário de Curitibanos. O investimento, que já é superior a R$ 46 milhões, e foi obtido junto à Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), terá reflexos na qualidade de vida e na conservação do ambiente. 

“Embora a atual geração também vá presenciar os benefícios da obra, que nesta primeira etapa beneficia cerca de 30% da população urbana, serão as futuras gerações que mais irão colher os frutos dessa infraestrutura”, avalia a engenheira sanitarista Fabiane Andressa Tasca Goerl, chefe do Setor de Operação e Manutenção de Esgoto Sanitário dos municípios da região Norte-Vale do Itajaí.

O saneamento básico tem relacionamento direto com a saúde, qualidade de vida e com o desenvolvimento da cidade. O sistema de coleta e tratamento evita a contaminação das pessoas e a transmissão de doenças. Além disso, é fundamental tratar o esgoto para conservar o ambiente. A destinação inadequada de esgotos sanitários é uma das principais causadoras da poluição do solo e de cursos d’água.

Atualmente os trabalhos de implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Curitibanos estão concentrados na Estação de Tratamento (ETE) e também nas duas Estações Elevatórias (unidades que bombearão o esgoto para o tratamento).

Neste início de ano a CASAN planeja autorizar os moradores que tiveram a rede coletora implantada em frente à sua casa a realizar a ligação. O morador contemplado será avisado com antecedência sobre essa autorização e também sobre o pagamento pelos serviços de coleta e tratamento de esgoto, que será de 100% sobre o valor da fatura de água.

A obra de Curitibanos faz parte do Plano de Investimento da CASAN no total de R$ 1,6 bilhão, que está permitindo a implantação de Sistema de Esgotamento Sanitário em diversas cidades catarinenses. Com isso, Santa Catarina deve ocupar uma das principais colocações no ranking nacional de cobertura de esgoto dentro de dois ou três anos.

“No Vale do Itajaí estão em andamento obras de esgotamento sanitário em Indaial, Ibirama, Rio do Sul e Ituporanga. No litoral temos Barra do Sul, Piçarras e Araquari. São projetos que vão tornar as bacias hidrográficas e as cidades mais sadias e sustentáveis”, complementa a engenheira sanitarista.


Foto: Acervo CASAN

 

Comentários desta notícia

Publicidade