REVISTA TAE - Zona urbana de Santiago passará a contar com tratamento de esgotos
Esta notícia já foi visualizada 301 vezes.



Zona urbana de Santiago passará a contar com tratamento de esgotos

Data:13/01/2020
Fonte: Corsan

Projeto da ETE de Santiago - Foto: Divulgação

Com recursos na ordem de R$ 14,2 milhões, provenientes da Corsan e Funasa, a zona urbana de Santiago passará a contar com tratamento de esgotos. Licitação para execução das obras de uma Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) foi publicada hoje pela Corsan e prevê a execução do primeiro módulo com vazão de 50 litros por segundo, estação de bombeamento do esgoto bruto, linha de recalque e sistema de desidratação do lado. A ETE que será implantada vai tratar os esgotos provenientes do lado leste da cidade, que são beneficiadas pelas condições topográficas com caimento para a BR 287.

 

As obras deverão ser iniciadas tão logo se tenha definido o vencedor da licitação, o que deverá ocorrer neste primeiro semestre. O prazo de execução dos trabalhos definido no contrato é de dois anos, contado a partir da emissão da ordem de serviço. A Corsan já tem um projeto pronto para duplicar a capacidade da ETE para 100 litros por segundo, assim que houver necessidade.

 

Nos últimos meses a Corsan vem realizando investimentos de porte em Santiago, resultado dos seus compromissos assumidos quando a parceria com o município foi renovada, por meio de um contrato de programa de água e esgotos. No abastecimento de água, foram implantadas duas estações de tratamento compactas, de 30 litros por segundo cada, que elevaram a oferta de água tratada de 140 litros por segundo para 200 litros por segundo, além da reforma da Estação de Tratamento de Água existente com novos filtros e recalque de água tratada para a cidade.

Comentários desta notícia

Publicidade