REVISTA TAE - Assinatura de Contrato de Programa para a melhoria e expansão dos serviços de saneamento na capital sergipana
Esta notícia já foi visualizada 209 vezes.



Assinatura de Contrato de Programa para a melhoria e expansão dos serviços de saneamento na capital sergipana

Data:21/01/2020
Fonte: Companhia de Saneamento de Sergipe

O governador do Estado, Belivaldo Chagas, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira e o diretor-presidente da Companhia de Saneamento de Sergipe, Carlos Melo, assinaram na manhã desta segunda-feira, 20, o Contrato de Programa, fruto da celebração de convênio de Cooperação que assegura a captação de recursos necessários para a melhoria e expansão dos serviços de saneamento na capital sergipana. Diversas autoridades e inúmeros funcionários da Deso estiveram presentes prestigiando a solenidade.

Diante da assinatura do documento, Aracaju que conta com 100% da cobertura de água e 60% de esgotamento sanitário, passará a dar continuidade nas obras em curso, e alavancará o percentual de cobertura de esgotamento sanitário para 90% até 2022, o que representa a garantia de que até o ano de 2033 os serviços estarão universalizados e à disposição de toda a população.

O Contrato de Programa reforça o compromisso conjunto da Deso, do Governo do Estado e da Prefeitura de Aracaju com a ampliação da oferta dos serviços de água e esgoto em nossa capital, garantindo a melhoria contínua da prestação dos serviços ofertados pela Companhia. Para Carlos Melo, diretor-presidente da Deso, o Convênio traz a viabilização de novos recursos. " Hoje é um dos dias mais importantes para o Saneamento em Aracaju e no nosso Estado. A Deso vem prestando serviços em vários municípios, mas tem a necessidade de formalizar o contrato do Programa para a prestação dos serviços. Em 2019 conseguimos avançar nesse diálogo, com empenho pessoal do Governador e do Prefeito de Aracaju para que isso fosse formalizado. A importância do Convênio traz a viabilização de novos recursos, novos financiamentos que estavam travados pois o Contrato de Programa não tinha avançado, e serão liberados. Já estamos em tratativas com o Banco do Nordeste, por isso, reafirmo que é um ato extremamente importante para todo cidadão sergipano, em especial aos aracajuanos e todos funcionários da Deso que veem nesse ato, uma oportunidade de melhoria nos serviços", afirmou.

O diretor-presidente ressalta os investimentos feitos nos últimos anos, além das metas com relação a cobertura no abastecimento e tratamento de esgotamento. "Na capital, já contamos 100% de cobertura no abastecimento de água, toda população de Aracaju tem sua água potável e encanada. Já contamos com mais de 60% em coleta e tratamento de esgotamento sanitário, ou seja, nos últimos 10 anos tivemos mais de R$ 650 milhões investidos em abastecimento de água e esgotamento sanitário em Sergipe. Nos últimos cinco anos foram mais de R$ 220 milhões investidos na capital e estamos investindo mais R$ 200 milhões na Zona Norte, onde temos diálogo frequente com a Emurb com o intuito de minimizar o impacto para a população", disse.

De acordo com o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, o intuito é melhorar os serviços oferecidos pela Deso e que a privatização da empresa não está no planejamento do governo. "Fiz questão que esse ato acontecesse na Deso para mostrar o nosso compromisso para com a empresa como um todo. Conseguimos em 2019 através de um trabalho efetuado pela Deso e pelo Banco do Nordeste, onde conversamos com o presidente da instituição por algumas vezes e o mesmo disponibilizou recursos para levarmos água e esgotamento sanitário para o interior do estado e não havíamos avançado ainda por depender dessa assinatura de hoje. São compromissos que assumimos para afirmar para a sociedade que temos a preocupação com a melhoria com a prestação de serviços da Deso, e que não passa por nosso planejamento privatizar a Companhia. O que queremos é melhorar o atendimento e tornar a empresa cada vez mais ágil e por isso, buscamos parcerias para ampliarmos o atendimento, é o que estamos fazendo via Agrese, onde empresas foram contratadas e estudos estão sendo realizados e podem apontar caminhos para a parceria público-privada, para que possamos incrementar as ações da empresa sem que, com isso, percamos a nossa autonomia. A Deso continuará sim sendo empresa pública e não existe por parte do governo nada no sentido contrário. Queremos muito trabalho", disse.

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, ressaltou a importância da Deso para os aracajuanos. “Estamos defendendo os interesses dos trabalhadores, do povo necessitado e dessa empresa estatal, que faz um grande trabalho para os aracajuanos e sergipanos há mais de 50 anos. Hoje também assinamos o Contrato de Programa que faz com que a Deso, que já tem 60% do esgotamento sanitário na cidade de Aracaju, trabalhe para que até 2025 tenha 80% ou 90% e possamos fornecer até 2033, como manda a constituição, água e esgoto de qualidade para 100% de Aracaju. Precisamos avançar e garantir que o nosso estado seja cada vez melhor, mais democrático, com distribuição de renda e serviços adequados”, declarou.

 

Comentários desta notícia

Publicidade