REVISTA TAE - Embasa debate questões relativas ao serviço de abastecimento de água em Barreiras
Esta notícia já foi visualizada 215 vezes.



Embasa debate questões relativas ao serviço de abastecimento de água em Barreiras

Data:21/01/2020
Fonte: Embasa

Buscando estreitar ainda mais o relacionamento com a Prefeitura de Barreiras, a Embasa recepcionou, na semana passada, secretários e técnicos do executivo municipal para debater questões relativas ao serviço de abastecimento de água. Uma das primeiras demandas elencadas foi uma parceria com o objetivo de prevenir desperdícios de água nos prédios ligados à Prefeitura, como as sedes das secretarias, escolas, creches, hospitais municipais e postos de saúde. Outro ponto debatido foi disseminar o projeto “De Olho nas Perdas” junto a funcionários da Prefeitura e estudantes da rede municipal, visando à identificação e retirada de vazamentos nas instalações dos prédios públicos.

Ao representar o prefeito Zito Barbosa, a chefe de gabinete Marileide Carvalho avaliou que a reunião possibilitou que secretários e técnicos pudessem entender melhor as demandas dos serviços ligados ao abastecimento no município. “É também um aprendizado para o monitoramento do consumo evitando as perdas e garantindo o consumo racional da água e sem desperdícios pela administração pública municipal”, afirma. Para a secretária de administração e planejamento, Gislaine Barbosa, esta interlocução vai ajudar a solucionar a executar um trabalho em andamento na Prefeitura para a redução do desperdício e incentivo ao consumo racional de água. “Finalizamos um relatório que será apresentado à Embasa para informar quais os imóveis ainda sob a responsabilidade da Prefeitura e circular internamente para melhor acompanhamento de cada setor”, afirma.

Para o gerente regional da Embasa, Francisco Andrade, a reunião reforça a preocupação da empresa no atendimento às demandas dos municípios. “Nossos técnicos estão à disposição no sentido de promover treinamentos e orientações para que sejam implementadas ações de monitoramento e fiscalização das instalações internas dos prédios por parte da Prefeitura, garantindo o uso racional da água nos 238 prédios atualmente cadastrados e atendidos com água tratada pela Embasa”, afirma. Ainda segundo ele, a concessionária pretende fomentar novos encontros com o prefeito e secretários no sentido de aproximar os técnicos para a solução rápida das demandas dentro do município ligadas ao dia a dia da prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Comentários desta notícia

Publicidade