REVISTA TAE - Cesan realiza reunião estratégica com parceiros
Esta notícia já foi visualizada 172 vezes.



Cesan realiza reunião estratégica com parceiros

Data:07/02/2020
Fonte: Cesan

Na manhã desta quinta-feira (06), a Cesan realizou uma reunião estratégica com parceiros da Companhia responsáveis pelo aumento da cobertura do saneamento à população capixaba. O encontro ocorreu no Auditório do BANDES e teve como objetivo analisar o cenário do ano de 2020 e apresentar os principais desafios para a ampliação dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário da Companhia.

Durante o encontro, o presidente Carlos Aurélio Linhalis (Cael), reforçou a importância dos parceiros para que os serviços prestados pela Companhia sejam sempre melhores e citou os investimentos previstos para os próximos anos. “Até 2024 a Cesan vai investir mais de R$2 bilhões em obras de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto e precisamos ter competência para transformar esses recursos em benefícios para a sociedade”, afirmou.

Já o diretor Thiago Furtado, lembrou-se da boa reputação conquistada pela Companhia ao longo dos anos e do compromisso em atender a todos da melhor maneira. “Normalmente as empresas que são parceiras da Cesan tornam-se referência no setor de saneamento. Conquistamos essa reputação tendo comprometimento com nossos fornecedores e prestadores de serviço. Podem nos procurar sempre que precisarem que atenderemos a todos sem distinção. […] Faremos tudo o que a lei nos permitir para que vocês tenham a agilidade necessária para executar as obras e realizar as entregas que a sociedade nos cobra”, finalizou.

Criada em 1967, a Companhia Espírito-santense de Saneamento (Cesan) está presente em 52 municípios do Espírito Santo, oferecendo serviços de água e esgoto com qualidade para toda a população. Durante o encontro, foram apresentadas metas de cobertura das Parceiras Público-Privadas da Companhia, como a da Serra, que tem o objetivo de abranger 95% do município até 2023. Além de planos de investimento, como o para a região Metropolitana, que deve receber até 1,5 bilhão em investimentos de água e esgoto até 2024.

Comentários desta notícia

Publicidade