REVISTA TAE - Edital seleciona projetos que ajudem a modernizar o setor de saneamento
Esta notícia já foi visualizada 138 vezes.



Edital seleciona projetos que ajudem a modernizar o setor de saneamento

Data:13/02/2020
Fonte: Agência FAPESP

Agência FAPESP – A FAPESP e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) lançaram uma nova chamada de propostas para apoiar projetos de pesquisa que ajudem a superar os desafios tecnológicos que impedem ou dificultam a modernização do setor de saneamento.

O edital encoraja a proposição de projetos orientados a situações reais de aplicação, com testes e intervenções nas unidades operacionais da Sabesp, plantas-piloto e unidades de demonstração em escala real ou próxima da real.

Entre os diversos temas considerados relevantes para a chamada estão: “Tecnologias de membranas filtrantes nas estações de tratamento de água e de esgoto”; “Alternativas de tratamento, disposição e utilização de lodo de estações de tratamento de água e de estações de tratamento de esgotos”; “Implantação, operação e manutenção de sistemas de adução e distribuição de água”; e “Inovação na cadeia de fornecedores do saneamento”.

As propostas devem ser submetidas até 8 de junho de 2020 por pesquisadores de instituições de ensino superior e de pesquisa, públicas ou privadas, sediadas no Estado de São Paulo. Aplicam-se as regras do Programa FAPESP de Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE), com restrições e condições explicitadas na chamada.

Esta é a terceira chamada lançada no âmbito de um acordo de cooperação firmado entre a FAPESP e a Sabesp em 2018. O total de recursos oferecido no edital para atender às propostas selecionadas é de até R$ 18 milhões, sendo R$ 9 milhões de cada instituição.

O texto completo da chamada de propostas está disponível em: www.fapesp.br/13985.

Chamada de propostas lançada por FAPESP e Sabesp prevê investimento de até R$ 18 milhões em pesquisas orientadas a situações reais de aplicação; prazo de submissão vai até 8 de junho (foto: Sabesp)

Comentários desta notícia

Publicidade