REVISTA TAE - Sanepar orienta a população para fazer uso racional da água
Esta notícia já foi visualizada 116 vezes.



Sanepar orienta a população para fazer uso racional da água

Data:16/03/2020
Fonte: Sanepar

A falta de chuvas tem provocado a redução da vazão de água nos mananciais de abastecimento superficiais na região de Cascavel. Os mananciais subterrâneos (poços), na sua grande maioria, ainda nem se recuperaram da estiagem do ano passado, e os rios Cascavel, Peroba e Saltinho estão com os níveis de água mais de 20% abaixo do volume normal. Por esta razão, a Sanepar voltou a utilizar a água do Lago Municipal de Cascavel para abastecer a cidade.


As temperaturas têm se mantido altas, razão pela qual aumenta o consumo de água e deixa em alerta o sistema operacional de abastecimento. A média de consumo registrada em fevereiro e março subiu está em mais de 70 milhões de litros por dia, enquanto no mesmo período do ano passado o consumo diário foi de 66,9 milhões de litros de água.

Além de Cascavel, os sistemas de Santa Tereza do Oeste e o distrito de Santa Maria, Matelândia, Céu Azul, Lindoeste, Santa Lúcia e o distrito de Ibiracema, em Catanduvas, estão trabalhando no limite da capacidade em razão da perda de vazão nos mananciais. Guaraniaçu, Ramilâdia e Vila Agrocafeeira também tiveram queda de vazão nos poços.

Em Cafelândia, para poder atender a demanda da cidade, estão sendo concluídas obras de alargamento do poço e implantação de novos equipamentos para aumentar o volume de água produzida na cidade.

O sistema de Medianeira está com rodízio no fornecimento de água desde o mês passado. Lá, os poços e o Rio Alegria perderam mais de 50%. Além do rodízio, o abastecimento precisa ser complementado com caminhões-pipa.

Por isso, é imprescindível que todos colaborem, adotando hábitos de uso racional da água. A orientação é para que se dê prioridade para alimentação e higiene pessoal. As limpezas mais pesadas, lavagem de carros, calçadas e fachadas devem ser postergadas até que a situação se normalize.

Reaproveitar a água do tanque e da máquina de lavar roupas pode contribuir muito com o consumo consciente. O reúso dessas águas pode ser aplicado na limpeza, no vaso sanitário e na rega de hortas e jardins.

Comentários desta notícia

Publicidade